Homem é amarrado por populares após agredir grávida em Tuparetama. Casos de agressões registrados também em Itapetim e Quixaba

06 dezembro Grupo Roma Conteúdos 0 Comentários


Agressão em Tuparetama: AGT local foi acionada pela vítima informando que estava sendo agredida pelo imputado R. A., 30 anos, em sua residência. O policiamento chegando ao local, encontrou a vítima, que está grávida, que relatou ter sido agredida com uma tapa no rosto pelo imputado, e que ele também teria agredido sua mãe e a avó. O mesmo estava muito alterado, apresentando visíveis sinais de embriaguez alcoólica, ou de estar sob efeito de alguma outra substância entorpecente. Além disso, o imputado ficou querendo brigar com pessoas na rua, que foi contido por populares, que o seguraram e amarraram com corda. O policiamento deteve o imputado e o conduziu à Delegacia de Polícia de Afogados da Ingazeira, juntamente com a vítima para serem adotados os procedimentos cabíveis. A mãe e avó do mesmo se recusaram acompanhar o policiamento até a DP para registrar ocorrência.

Agressão em Itapetim: A GT da Polígono foi solicitada pela vítima, informando que o imputado A. F., 40 anos,havia lhe agredido e ameaçado com uma faca peixeira, e só não foi atingida por que conseguiu fugir do local. A equipe fez diligências e conseguiu localizar o imputado no endereço do ocorrido, o mesmo confessou que se desentendeu com a vítima por causa de uma demarcação de terras, que é herança de ambos. Diante do fato os envolvidos foram conduzidos à Delegacia de Polícia local para serem tomadas as medidas cabíveis.

Agressão em Quixaba: A GT Local foi solicitada por populares, informando que no posto de Combustível São Cristóvão, estava acontecendo uma agressão. O Policiamento chegando ao local constatou o fato, o imputado E. F., residente em Carnaíba, apresentando sinais de embriaguez, tinha agredido a vítima com um soco no rosto. Diante do ocorrido as partes foram conduzidas à Delegacia de Polícia local para serem tomadas as medidas cabíveis.