Hétero está virando minoria e perdendo direitos, diz ministro do STJ

04 dezembro Grupo Roma Conteúdos 0 Comentários


O ministro João Otávio de Noronha, do Superior Tribunal de Justiça (STJ) e atual corregedor nacional de Justiça deu uma declaração polêmica nesta segunda-feira (4) durante um seminário realizado no Superior Tribunal. Para Noronha, um juiz não pode ser pautado apenas por minorias.

"Aliás, já quero meus privilégios, porque os heterossexuais estão virando minoria. Os héteros não têm direito nenhum", disse o magistrado em tom de brincadeira.

O magistrado disse também que o Congresso não se perdeu por causa de corrupção. "Se tem deputado, senador, sendo processado, essa é outra questão. Mas o poder de julgar do Congresso não se perdeu por causa de corrupção de um ou outro. É um poder que está na Constituição e é a consagração do princípio democrático", disse Noronha. (O Tempo)