Morador foi preso após atirar e matar assaltante

13 novembro Grupo Roma Conteúdos 0 Comentários


A reação a uma tentativa de assalto ocorrida no último sábado (11), no Mato Grosso, terminou na prisão da vítima. O morador de Poconé, a 104 km de Cuiabá, foi preso em flagrante por atirar num dos assaltantes, que teria sido atingido no coração, caiu na piscina da casa e morreu em seguida.

O responsável pelo disparo teve a legítima defesa reconhecida, mas foi autuado por homicídio. Neste domingo (12) ele será encaminhado para uma audiência de custódia no Fórum de Cuiabá.

Segundo informações do G1, a Justiça vai decidir se o proprietário do imóvel vai responder pela morte do suposto ladrão em liberdade ou se será levado para uma unidade prisional. Ele dormiu na delegacia após a ocorrência, enquanto aguardava a audiência deste domingo.

Entenda o caso

De acordo com a Polícia Civil, o homem dormia com a esposa, em casa, quando dois assaltantes teriam invadido a casa, através do porão que se encontrava aberto, e anunciado o roubo. A mulher acordou primeiro e chamou o marido, que tinha porte de arma e atirou no peito de um dos assaltantes quando ele entrou no quarto do casal.

Patrick de Oliveira, de 19 anos, que vivia no Bairro São Mateus, em Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá, conseguiu dar alguns passos, mas teria caído na piscina da casa, morrendo no local. Após a reação do morador o outro suspeito fugiu e ainda não foi identificado pelos agentes.