Espaço da oposição está deserto, diz Elias Gomes

06 novembro Grupo Roma Conteúdos 0 Comentários


Para evitar disputa de chapas na convenção regional do PSDB realizada ontem, o novo presidente do partido, Bruno Araújo, concordou com a proposta feita pelo ex-prefeito de Jaboatão dos Guararapes, Elias Gomes: é preciso apresentar candidato à sucessão de Paulo Câmara porque “o espaço da oposição” está deserto. O ex-prefeito salienta que atual governo deixa muito a desejar, especialmente na área de segurança. E que devido às suas fragilidades era esperado que o senador Armando Monteiro, “o 1º na fila da oposição”, ocupasse este espaço, porém isto não aconteceu, diz ele. Afirma que o líder petebista encontra-se no momento com 22% de intenções de voto, segundo pesquisas mais recentes, percentual considerado baixo para quem está em campanha há quatro anos. “Com o atual governo na lona, um bom candidato de oposição estaria hoje disparado”, diz o ex-prefeito. Ele considera Bruno Araújo o “candidato natural” do partido ao Palácio das Princesas. E acha importante a legenda ter seu próprio candidato em Pernambuco para dar suporte ao seu postulante à Presidência da República, seja ele quem for. Se o ministro não topar a parada, aí sim, Elias se dispõe a ir para a luta por estar convicto de que o “espaço da oposição” está vazio e à espera de um nome para ocupá-lo. (Coluna Fogo Cruzado - Inaldo Sampaio)