PREFEITURA DE AFOGADOS INAUGURA NOVA BIBLIOTECA DA ESCOLA PADRE CARLOS COTTART

24 setembro Grupo Roma Conteúdos 0 Comentários


A Escola Integral Padre Carlos Cottart foi recentemente municipalizada pela Prefeitura de Afogados da Ingazeira, passando a ser a primeira em tempo integral sob a coordenação da administração municipal.

O prédio possuía espaço para biblioteca, mas não tinha nem mobília e nem livros. A Prefeitura firmou uma parceria com o Instituto de Corresponsabilidade pela Educação - ICE, e conseguiu a doação de 17 mil livros, doados por editoras e escolas particulares do Recife. Mais, em um gesto de extrema grandeza e corresponsabilidade para com a gestão pública, os pais dos alunos doaram a mobília desse importante espaço de leitura.

Durante inauguração, alunos que participam dos diversos projetos de leitura desenvolvidos na escola apresentaram seus trabalhos para o Prefeito José Patriota, o Vice, Alessandro Palmeira, a Secretária de Educação, Veratânia Morais, Vereador Raimundo Lima e representantes do ICE.

A Secretária Municipal de Educação destacou a interação entre equipe gestora, pais. "A integralidade é fundamental para o sucesso do processo educativo. Integrar professores, servidores, pais, responsáveis, alunos, com um só objetivo: o de qualificar ainda mais o ensino, melhorando e conservando os espaços educativos de uso púbico," destacou Veratânia.

"Implantar o ensino integral é distribuir riqueza, onde as pessoas só enxergam a obra de pedra e cimento. Penso que a maior obra que o poder público pode fazer é socializar e plantar conhecimento. A inauguração dessa biblioteca como espaço de aprendizado e conhecimento é tão ou mais valiosa do que uma obra de pedra e cal,” avaliou o Prefeito José Patriota.

Além das apresentações, o público também pode participar do lançamento do livro “Gabriel, o que você vai ser quando crescer?”, escrito pelo aluno Gabriel Vinícius Fonseca, com o apoio da sua mãe, a professora Wiviane Fonseca. Houve até uma tarde-noite de autógrafos. O Vice-Prefeito Alessandro Palmeira, também escritor, ficou encantando com a obra e com o talento do jovem Gabriel. “É profundamente gratificante, emocionante, ver um jovem despertar tão cedo para a escrita, para o contato com as letras e o mundo do livro. Uma honra poder participar de uma gestão que tem incentivado esse despertar, com todos os investimentos que tem feito na educação,” destacou Alessandro Palmeira.