Alexandre Farias, apresentador do telejornal ABTV 2ª Edição, foi atingido na testa por uma bala perdida durante um tiroteio

17 setembro Grupo Roma Conteúdos 0 Comentários


O jornalista Alexandre Farias, 39 anos, apresentador do telejornal ABTV 2ª Edição, da TV Asa Branca, afiliada da Rede Globo, foi atingido na cabeça por uma bala perdida durante uma troca de tiros entre policiais e suspeitos no Alto do Moura, bairro famoso por abrigar um centro de artesanato figurativo, em Caruaru, no Agreste de Pernambuco. Ele foi socorrido no Hospital Regional do Agreste e depois transferido, em estado gravíssimo, para o Hospital da Unimed de Caruaru. 

Segundo informações, Farias estava voltando no seu carro para casa, no Loteamento Sete Luas, também no Alto do Moura, quando se viu no meio do fogo cruzado. Eram cerca de 20h e Alexandre Farias havia apresentado o telejornal na noite de sábado, depois jantado em um supermercado da cidade e seguira para casa. Natural do Cabo de Santo Agostinho, na Região Metropolitana do Recife, o jornalista morava só em Caruaru, desde 2015.

Segundo a polícia, uma equipe da Rocam (Rondas Ostensivas com Apoio de Motocicletas) recebeu ano início da noite a informação de que havia quatro homens em atitude suspeita, dentro de um Corolla roubado, na rua principal do Alto do Moura. Naquele momento, uma ambulância do Samu estava no local, prestando socorro a uma mulher vítima de acidente de moto. Os policiais teriam tentado abordar os homens do Corolla quando foram recebidos a bala. Foi durante o tiroteio que se seguiu que Alexandre Farias passou no local. Ainda segundo a polícia, os suspeitos conseguiram fugir e, durante a fuga, ainda atropelaram a mulher que já estava ferida e dois socorristas do Samu.

No Hospital Regional do Agreste, onde Alexandre Farias recebeu os primeiros socorros, a informação é de que o ferimento a bala fez com que o jornalista chegasse a perder massa encefálica. Já a mulher que foi atropelada apresentava fratura nas pernas e estava fora de perigo. Os dois socorristas sofreram escoriações. Até a noite do sábado, os quatro bandidos estavam foragidos. Na fuga, eles abandonaram o Corolla, crivado de balas. A polícia deve neste domingo (17) passar mais detalhes da ocorrência.