32 famílias de Ingazeira vão depor na PF sobre suposto recebimento ilegal do Bolsa Família

13 setembro Grupo Roma Conteúdos 0 Comentários


A notícia foi dada ontem pelo Secretário de Assistência Social de Ingazeira Vinicius Machado. Provocado a falar sobre a denúncia de uma ouvinte a Rádio Cidade FM de que uma Agente de Saúde do Município de Tabira, tinha o marido como beneficiário do Bolsa Família em Ingazeira, o secretário disse que o caso foi resolvido no mês de agosto, com o bloqueio. Citou a suspensão de beneficiários que residem nas fronteiras com municípios como Tabira e Iguaracy e de todos que moram fora de Ingazeira. Vinicius citou a orientação do MPF diante de beneficiários cujas declarações de renda não batem com o cruzamento de dados. Assim disse Vinicius, 32 famílias ingazeirenses foram intimadas a comparecer a delegacia da PF em Caruaru distribuídas em três datas diferentes, sendo um grupo no final de setembro e o restante em duas datas diferentes do mês de outubro. O Secretário de Assistência Social de Ingazeira informou que o Governo Lino Moraes está atento a possíveis irregularidades no Bolsa Família, inclusive reforçou a necessidade das pessoas ajudarem fiscalizando. “Ao receber a denúncia, a Coordenação do Bolsa Família bloqueia o benefício, convida o beneficiário para se defender, e o segundo passo em caso de confirmação da irregularidade, bloqueia o cartão”, concluiu Vinicius Machado. (Por Anchieta Santos)