Flist e Feira do Livro do Vale do Pajeú agitam público com agenda literária, cultural e artística em agosto

21 julho Grupo Roma Conteúdos 0 Comentários


Muita movimentação agitará o sertão pernambucano com a Feira do Livro do Vale do Pajeú, que acontece de 08 a 11 de agosto, em Serra Talhada, a ser realizada conjuntamente com FLIST – Festa Literária de Serra Talhada, que este ano chega a sua terceira edição com grande sucesso. O evento, que manterá agenda da manhã até à noite, contará atividades variadas, contará com programação diversificada com nomes fortes da literatura em Pernambuco com a temática “Ler no Sertão” em pauta que entre outras coisas comemora os 70 anos do escritor Raimundo Carrero com atividades especiais com este foco em encontros únicos do homenageado com outros expoentes da literatura no estado, no Nordeste e no país. “Teremos bate-papos com alguns dos principais escritores em atividade na atualidade para comemorar os 70 anos de Raimundo Carrero em atividades de parceria para o fortalecimento da inclusão literária na região que representa um dos grandes celeiros culturais e da poesia do Estado. Além disso, a Feira do Livro do Vale do Pajeú chega para congregar ainda mais as ações que já são desenvolvidas em Serra Talhada pela prefeitura, pela Fundação de Cultura e diversas outras entidades e organizações que atuam junto com este propósito de alavancar a cultura e a educação, através da leitura e da literatura em suas mais variadas vertentes”, destaca Rogério Robalinho, empreendedor cultural e diretor da Cia. de Eventos, responsável pela Feira. 

Com isso, Serra Talhada movimentará durante quatro dias intensa programação que envolve shows de malabarismo, palhaços, trapezistas, brincadeiras lúdicas, contação de histórias, palestras, lançamentos, apresentações artísticas, intervenções e performances poéticas e muitas coisas que darão oportunidade de integração e conexão do público. Na agenda já estão o Grupo Gilvan Santos; o Xaxado Zabelê, que foi criado em homenagem ao cangaceiro Isaias Vieira dos Santos, conhecido pelo o cangaço como Zabelê; e o Cabras de Lampião, um grupo musical e de dança que é um dos maiores divulgadores da dança, que repercute o ritmo no país e no exterior, mantendo a originalidade e autenticidade conforme criada pelos bandoleiros do sertão.

O humor em poesias e poemas será tônica também em algumas atividades programadas como a apresentação Humor na Feira, espetáculo montada no final do ano pelo escritor e poeta popular Eugênio Jerônimo e o escritor e cordelista Zelito Nunes. A dupla se uniu para criar essa montagem sob a direção e com produção de Rogério Robalinho, empreendedor cultural e diretor da Cia de Eventos. Mas, esta não é a única produção desenvolvida que ganha corpo durante o evento, que terá ainda a encenação do projeto de leitura dramática “Delírios de Criação e Loucura” com as atrizes Fabiana Pirro, Silvia Goes e Ana Nogueira. Elas encenam as personagens femininas de Bernarda Soledade – A Tigre do Sertão, primeiro romance de Raimundo Carrero, publicado em 1975, e de Tangolomango, um dos mais recentes lançamentos do autor, de 2013. Elas vão apresentar cenas das irmãs Soledade (Bernarda e Inês) e da personagem Tia Guilhermina, de Tangolomango em um formato, só com as mulheres, que foi criado especialmente para participação na Feira do Livro do Vale do Pajeú, em Serra Talhada, dia 10 de agosto.

“Começamos a pesquisa sobre a obra de Raimundo Carrero em março, para realizar a leitura de Bernarda Soledade – a Tigre do Sertão, que integra o Circuito de Leituras Teatrais Dramatizadas da Literatura Pernambucana do Centro Cultural Raimundo Carrero, que também investiga Hermilo Borba Filho. Estreamos em maio, com um elenco maior. Além de nós, mais três atores que interpretaram os homens que compõem a trama: Coronel Militão Soledade, Anrique Soledade e Pedro Lucas”, explica Ana Nogueira, uma das responsáveis pela produção especial que toma conta de Serra Talhada no dia 10 de agosto na Feira do Livro do Vale do Pajeú. Promovido pela Ideação e Cia. de Eventos, com incentivos do Funcultura, entre as demais atividades envolvidas está conferência com o tema “De literatura e a nossa identidade sertaneja”, com o escritor e pesquisador Adriano Marcena, autor do Dicionário da Diversidade Cultural Pernambucana, enfocando um pouco do seu conhecimento sobre o assunto.

A partir de trabalho realizado mediante mais de 10 anos de pesquisa, Adriano registrou 15 mil verbetes sobre a cultura de Pernambuco (concernentes à história, geografia, fauna, flora, avifauna, culinária, religiosidade, folguedos, festas, futebol), além de vocábulos e expressões usadas pelos pernambucanos. E o poeta e romancista Sidney Nicéias também aproveita a agenda para realizar workshop de escrita criativa para jovens e adolescentes. E o público ainda poderá conferir as novidades da Plataforma de Lançamento, coordenada por uma comissão da Academia Serra Talhadense de Letras (ASL), responsável pela avaliação e seleção dos trabalhos inscritos até o dia 15 de julho de 17 para a ambiência que pretende dar oportunidade a expoentes e futuros escritores de apresentarem suas publicações para o público. Para saber mais da programação, basta acompanhar a fanpage: https://www.facebook.com/Feira-do-Livro-do-Vale-do-Paje%C3%BA-1940421172892792/

SERVIÇO

Feira do Livro do Vale do Pajeú/ FLIST – Festa Literária de Serra Talhada
Quando: 08 a 11 de agosto de 2017
Onde: Estação do Forró e Vila Ferroviária de Serra Talhada (por trás do museu do cangaço)
Horário: 9h às 11h e das 15h às 21h