Prefeito de Solidão rebate vereador aliado e defende aumento das diárias

03 junho Grupo Roma Conteúdos 0 Comentários


A observação do vereador aliado Vitorino Melo de que o prefeito Djalma Alves (PSB) teria reduzido as diárias dos motoristas de R$ 80 para R$ 40 reais não agradou ao gestor de Solidão. Diante da repercussão, Djalma falou ontem a Rádio Cidade FM dizendo não ser verdadeira a afirmação. Inicialmente o prefeito disse que apenas disciplinou o que considerava irregular, pois antes (governo de Cida), para cada viagem que o motorista fazia por exemplo a Serra Talhada, recebia meia diária, no valor de R$ 40 reais, quando para fazer o percurso jamais demoraria 12hs. Prefeito também disse que faltou o vereador observar que no Projeto de Lei está propondo para os demais servidores, o que inclui os motoristas, o novo valor de R$ 125 reais. Sobre o aumento das diárias do Prefeito de R$ 350 para R$ 500 reais, Djalma disse apresentou o projeto por ser transparente. “É melhor o prefeito aumentar as diárias do que tirar dos cofres públicos o que não lhe pertence”. O prefeito disse ainda não ter nenhum acordo com a Presidente da Câmara Eliana de Genivaldo para aumentar as diárias de ambos. “Ela cuida das diárias dela e eu das minhas, não foi nada combinado”, disse o Prefeito. (Por Anchieta Santos)