Social Icons

sexta-feira, 16 de junho de 2017

“Me sinto injustiçado pela segunda vez”, diz Totonho sobre novo bloqueio de bens

Foto: André Luiz

O ex-prefeito de Afogados da Ingazeira Totonho Valadares, disse em entrevista ao comunicador Nill Júnior, na manhã desta sexta-feira (16) durante o programa Manhã Total da Rádio Pajeú, que se sente injustiçado.

Totonho se posicionou sobre a notícia de sua condenação no Processo nº 016.622/2014-6, a ressarcir os cofres públicos em R$ 200.749,78, e a pagar uma multa de R$ 16.779,00, importâncias que, somadas, perfazem o total de R$ R$ 219.226,18.

A condenação se deu por irregularidades na prestação de contas do Convênio 739397/2010, Siafi 739397/2010, firmado entre o Ministério do Turismo e a Prefeitura Municipal de Afogados da Ingazeira/PE, tendo como objeto incentivar o turismo interno, por meio de apoio à realização do evento intitulado “São João de Afogados da Ingazeira”, por meio do qual o Tribunal julgou irregulares suas contas, imputando-lhe débito e multa.

Totonho disse se sentir mais uma vez injustiçado e relembrou outro caso, quando foi condenado pelo TRE da 5ª Região quando acatou solicitação do MPF que bloqueou seus bens após Inquérito Civil nº 1.26.003.000076.2012-95, por conta da não execução juntamente com a ex-prefeita Giza Simões de convênio celebrado com a Secretaria Especial de Desenvolvimento Urbano da Presidência da República — SEDU, por intermédio da Caixa Econômica, cujo objeto consistia na execução de esgotamento sanitário no município. O pedido da procuradora Maria Beatriz Ribeiro Gonçalves foi acatado pelo Juiz Felipe Mota Pimentel de Oliveira.

Totonho falou que no dia 9 de junho, recebeu o mandado de Citação e Intimação e já mostrando no mesmo que seus ativos financeiros haviam sido bloqueados novamente e que mais três veículos de suas propriedade haviam sido antecipados a penhora com respeito a decisão do processo, explicou sobre o que é o processo e disse: “Não tenho nada a temer a respeito disso, me sinto é tremendamente injustiçado pela segunda vez”.

(*) Fonte: Rádio Pajeú/ Por André Luiz

Nenhum comentário:

Postar um comentário