Social Icons

terça-feira, 11 de abril de 2017

Posse ilegal de munição e homem tenta enforcar mulher no Centro de Serra Talhada e disparo de arma de fogo em Belmonte

Posse ilegal de munição em Serra Talhada: Por volta das 22h30, ao realizarem a Operação denominada Carrossel de Fogo, Policiais Militares do 14º BPM abordaram 02 (dois) rapazes numa moto CG Titan 150, que, ao passar pela viatura, o garupa demonstrou atitude suspeita, fato que chamou a atenção do policiamento, que, ao darem ordem de parada o piloto tentou se evadir, porém sem êxito, que realizaram a busca pessoal nos imputados A. H. da S., 20 anos e L. A. G., 24 anos e nada encontraram, contudo, ao realizarem a busca na referida motocicleta, perceberam cair algumas munições que estavam no tanque, foi quando encontraram outras, totalizando 05 (cinco) munições cal. 38, intactas. Ao interpelarem o imputado A. H., ele afirmou que as munições eram de L. A., tendo este negado, afirmando que as munições pertenciam a A H.. Durante a abordagem, o efetivo policial percebeu também que o envolvido 01, condutor da motocicleta, apresentava visíveis sinais de embriaguez, sendo conduzido à PRF para realização do Teste de Etilômetro, que acusou a ingestão de álcool no sangue acima do permitido, constatando crime de transito. Diante do exposto, conduziram os imputados e o material à DPC de Serra Talhada-PE para as medidas cabíveis. 

Homem tenta enforcar mulher no Centro de Serra Talhada: Policiais Militares do 14° BPM faziam rondas na rua Enock Inácio quando presenciaram o imputado agredindo a vitima, enforcando-a, na calçada de um comércio daquela rua. Prontamente os policiais detiveram J. P. C., 27 anos, e encaminharam as partes à Delegacia de Polícia local para que fossem tomadas as devidas providencias.

Disparo de arma de fogo em Belmonte: Policiais Militares da GT local foram informados de que no Centro da cidade teriam acontecido disparos de arma de fogo. Ao chegar ao local foi constatada a veracidade do fato, tinham sido efetuados três disparos de arma de fogo na porta da residência da vítima. Porém a mesma não viu nem soube informar quem teria sido o autor, pois não teve discussão com ninguém ou algo que justificasse o fato. O boletim de ocorrência foi confeccionado e entregue na DPC local para maiores informações.

Nenhum comentário:

Postar um comentário