Câmara de Carnaíba repudia declarações racistas do Deputado Jair Bolsonaro

17 abril Grupo Roma Conteúdos 0 Comentários


Em Sessão da Câmara de Vereadores de Carnaíba, na manhã desta segunda feira 17, o vereador Victor Esteves Patriota (PSB), apresentou em Plenária da Casa Major Saturnino, a Moção de Repúdio ao Deputado Federal Jair Messias Bolsonaro (PSC), pelas declarações dadas em palestra na sede da Hebraica, no Rio de Janeiro: "Eu fui num quilombo. O afrodescendente mais leve lá pesava sete arrobas. Não fazem nada. Eu acho que nem para procriar ele serve mais..."

Para o vereador Carnaibano, autor da proposta de repúdio, o município de Carnaíba conta hoje com quatro comunidades quilombolas: Abelha, Brejo de Dentro, Gameleira e Travessão do Caroá. Somando aproximadamente 330 famílias e uma população de 1.320 pessoas.

-"Em nome delas apresentamos essa moção condenando o discurso racista proferido pelo deputado. Não é aceitável que um legislador, e dito pré-candidato a presidência da republica, trate as pessoas negras como animais de acordo com seu peso. Temos uma história de mais de três séculos e meio de exploração dessa população que eram negociados de acordo com sua massa corporal. Em defesa desses que durante os últimos anos vem conquistando sua dignidade e melhorias nas condições de vida, demostramos nosso veemente repúdio". Disse Victor Patriota.

O vereador teve o apoio de todos os vereadores presentes na Sessão, entre eles Alex Mendes, Preguinho, Gleybson Martins, Vanderbio Quixabeira e o Presidente Neudo da Itã que subscreveram o repúdio à Bolsonaro.

O vereador Alex Mendes (PSB), que reside na região do Caroá, onde aglomera o maior número de quilombos, usando da palavra, disse que o deputado deveria ter seu mandato cassado, fosse preso e ter seus direitos políticos cassado por pelo menos oito anos.

Já Gleybson Martins (PDT), afirmou que Carnaíba tem uma grande relevância com o povo quilombola que ajudou no crescimento e desenvolvimento do município e que a Nota de Repúdio apresentada e aprovada pela Câmara de Carnaíba servisse de exemplo para outros legislativos no combate ao racismo.

Dos onze parlamentares, os nove presentes votaram a favor do repúdio que será encaminhado á Câmara dos Deputados.