Vereador defende esposa Diretora de Hospital de Afogados atacando ex-prefeito de São José do Egito

20 março Grupo Roma Conteúdos 0 Comentários


Para defender a esposa Leandra Saldanha Diretora do Hospital Regional de Afogados da Ingazeira, acusada pelo ex-prefeito Romério Guimarães e o vereador Aldo da Clips de estar como funcionária “fantasma” na Prefeitura de São José do Egito desde o dia 02 de janeiro/17, o vereador Beto de Marreco falou a Rádio Cidade FM. Beto iniciou a defesa atacando os denunciantes: “Romério do PT não tem credenciais para atacar ninguém. Quando dirigiu o Hospital Maria Rafael, atuava na Casa de Saúde Jose Evoide de Moura e recebia produtividade do Hospital. Quem está com os bens bloqueados, não pode contestar ninguém”“Já o ver vereador desrespeita a lei anti-nepotismo ao indicar um irmão como auxiliar na Câmara”. – Quanto a esposa Leandra, Marreco disse que ela não é funcionária de PSF como foi citada e sim permutada com a Prefeitura de Quipapá onde é concursada. Questionado como Leandra pode conciliar a direção do Hospital em Afogados com o trabalho no Centro de Saúde da Criança e da Mulher, Beto disse que tem sido possível, porque a esposa passa boa parte do dia no Hospital e no final da tarde exerce a função no Centro de Saúde da Criança e da Mulher, efetuando projetos. O vereador justificou as ausências da Diretora no Hospital como motivadas por viagens ao Recife para tratar de interesses da unidade. Ao final Beto de Marreco desafiou o ex-prefeito Dr. Romério Guimarães para um debate. (Por Anchieta Santos)