SJE comemora excelentes números do primeiro ciclo de monitoramento do Aedes Aegypti

20 março Grupo Roma Conteúdos 0 Comentários


ASCOM - Lutar contra um mosquito conhecido dos brasileiros, que transmite várias doenças e se cada um não fizer a sua parte o resultado pode ser bem catastrófico, é difícil, porém para vencê-lo não é impossível, pelo menos é o que a Secretaria de Saúde, através do departamento de epidemiologia está provando em São José do Egito.

Comparando os números de 2016 com 2017 a diferença é gritante, na primeira semana do ano passado, foram notificados em São José 765 casos suspeitos de Dengue, já esse ano o número não saiu do 0.

Ao longo das primeiras 11 semanas do ano, foram registrados mais de 2.600 casos suspeitos em todo município, já em 2017 a quantidade chegou somente a 9 casos. 

O balanço foi divulgado em entrevista em uma emissora de rádio local pela coordenadora de vigilância em saúde do município Naldirene Barros, no fim de semana passado.

“Os números são muito bons, mais não podemos baixar a guarda, a guerra contra o Aedes é continua, ou seja, o ano todo, todo dia, não podemos deixar água parada em nenhum lugar.” Disse Naldirene.