Social Icons

quinta-feira, 10 de novembro de 2016

Polícia localiza acusado de aplicar golpes em Afogados, que se defende através de nota ao blog

A Guarnição Ordinária e a equipe da Malhas da Lei, foram procuradas pelas vítimas as quais informaram que no dia 08/11/2016 Juliano D. P., 35 anos, lhes aplicou um golpe onde as mesmas pagaram a quantia de R$ 360, 00 (trezentos e sessenta reais) para o acusado que se apresentou como dono da "Empresa Tecnes Segurança Eletrônica" onde solicitava dos interessados a quantia de R$ 180, 00 (cento e oitenta reais) a fim de fazer cursos profissionalizantes, bem como se tornar vendedor da" Empresa". O policiamento em diligências se deslocou ao endereço do mesmo, porém ele não estava e segundo informação estaria na cidade de Tabira-PE. A Guarnição Ordinária de Tabira foi acionada e localizou o acusado em um veículo tipo Prisma, com a documentação atrasada, bem como a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) em atraso também. O veículo foi recolhido ao 24º CIRETRAN de Afogados da Ingazeira e o acusado detido e juntamente com as vítimas, encaminhados a delegacia de Polícia de Afogados da Ingazeira, onde foi Instaurado um Inquérito Policial.

O acusado enviou na noite de ontem uma nota ao blog, confira na íntegra:

Na tarde de hoje 09/12/2016, fui conduzido até o 23º DP para prestar esclarecimentos a cerca de uma denúncia de suposto estelionato. Fui interrogado por um PM arrogante que só fez me acusar, inclusive o mesmo quem tirou a foto que está sendo vinculada ao blog XXXXX. Fui ouvido pelo delegado, e logo após liberado. Referente à denúncia de estelionato, a mesma partiu pelo fato de que estaria cobrando ilicitamente uma quantia para emissão de certificados que qualificariam os técnicos a atuarem com a natureza dos serviços. Esse serviço é terceirizado, a empresa que ministra os certificados não atendeu nossos contatos, o que levantou a suspeita sobre mim. Deixei à disposição da autoridade a responsabilidade de ressarcimento caso não localizassem a empresa certificadora. Sou uma pessoa conhecida e não preciso me sujar por 300 e poucos reais, é crime dar empregos? É crime tentar ajudar as pessoas? Em nenhum momento fui procurado pelos denunciantes. Quanto aos meios de comunicação que divulgaram erroneamente essa minha nota de Prisão, estou bem, não fui preso e nem detido, meu advogado já está providenciando as medidas judiciais cabíveis contra esses atos de irresponsabilidades.

Nenhum comentário:

Postar um comentário