Madame curandeira condenada não é Luana é Luanda

22 novembro Grupo Roma Conteúdos 0 Comentários


Uma duplicidade dos nomes Luanda e Luana, casou dúvida ao Portal Vale do Piancó Noticias, da Paraíba, e alguns leitores, razão pela qual o portal esclarece que a 'Madame Luana ou Luanda', nunca foi a mesma 'Mandame Luana' que atende em Patos. 

São pessoas complemente diferentes, com codinomes semelhantes. Portanto, Lucicleide Alves dos Santos não é a mesma 'Madame Luana' que atende em Patos. A sentenciada é natural do Estado do Pernambuco e se encontra em lugar incerto no estado de São paulo, conforme informou o juiz.

Fonte: Redação do Portal Vale do Piancó Notícias