Social Icons

terça-feira, 18 de outubro de 2016

Vereadores tabirenses analisam vitória e derrota na disputa por vaga na câmara

Aldo Santana (PROS) reeleito com 669 votos e Edmundo Barros (PSB) não reeleito somando 542 votos, foram os entrevistados de ontem no Programa Cidade Alerta. 

Aldo que teve 300 votos a menos do que na eleição de 2012 considerou o pleito deste ano mais difícil. Edmundo atribuiu a derrota a demora na definição do PSB em escolher sua chapa majoritária e assim foi para o sacrifício. Barros deixou claro que não teria disputado a reeleição se o partido não disputasse a prefeitura. 

Edmundo prometeu uma oposição com trabalho a gestão do prefeito Sebastião Dias por parte da 3ª via e citou obras em execução pelo Governo Paulo Câmara, como o Curral do gado e o Sistema de Abastecimento de água na Cachoeira. 

Aldo Santana disse que sua candidata Nicinha perdeu a prefeitura por comodismo com uma campanha que parecia vencida. Edmundo não deixou de criticar os palanques adversários. “Merecíamos a vitória. A Pesquisa atrapalhou, pois estávamos brigando de igual para igual. E reafirmo: boa parte da população não queria a volta da arrogância(Dinca) e nem as negociatas (Sebastião Dias)". Em Tabira, sem alarde, a Câmara reajustou os salários dos vereadores com os mesmos valores de Afogados da Ingazeira. Com um detalhe: Em Tabira a arrecadação é bem inferior a de Afogados. (Por Anchieta Santos)

Nenhum comentário:

Postar um comentário