Social Icons

terça-feira, 25 de outubro de 2016

Serratalhadense, acusado de matar conselheiros tutelares de Porção, é preso no Maranhão

A policia Militar de Santa Helena prendeu no inicio da tarde desta terça (25) um homem de nome Welington Silvestre dos Santos, vulgo “Chave de Cadeia”, suspeito de ter cometido uma chacina no município de Poção, no Agreste pernambucano, a 240 quilômetros do Recife. O fato aconteceu no dia 06 de fevereiro de 2015, quando Welington teria assassinado a tiros, dentro de um carro, três conselheiros tutelares e uma idosa. 

Welington Silvestre dos Santos, vulgo “Chave de Cadeia”, é natural da cidade de Serra Talhada-PE, é um dos homens mais procurados do Estado de Pernambuco e é acusado, dentre outros crimes, de haver cometido, juntamente com o serratalhadense, Egon Augusto Nunes de Oliveira (preso no Pará), um quádruplo homicídio que vitimou Conselheiros Tutelares, na cidade de Poção-PE.

Na época, o governador do estado de Pernambuco, Paulo Câmara, determinou a criação de uma força-tarefa para investigar o caso. De acordo com informações, os conselheiros voltavam do município de Arcoverde, no Sertão, com uma criança, cujo pai teria perdido a guarda dela por ordem judicial. As vítimas foram identificadas como Lindenberg Vasconcelos, Carmem Lúcia e Daniel Farias. A outra vítima é Ana Rita Venâncio, que seria avó da criança. 

A investigação policial chegou a conclusão que a oficial de justiça Bernadete de Lourdes Siqueira Rocha, avó paterna da única sobrevivente da chacina -uma criança de de três anos - foi a mandante do crime motivado pelo interesse na guarda da criança e também por desavença, ameaças mútuas, inclusive com agressões verbais e físicas. 

A investigação concluiu ainda que Bernadete teria recebido ajuda de um advogado que foi diretor da Penitenciaria de Arcoverde para contratar os executores. Também foi indiciado um homem que teria feito a ponte com os acusados de atirar nas vítimas. A policia concluiu quem foram os autores do crime, sendo que um deles está preso em Caruaru, no Agreste Pernambucano, e dos sete indiciados, apenas um suspeito de ser um dos atiradores estava foragido e que a polícia acredita ser Welington, que foi preso por policiais militares de Santa Helena e apresentado na Delegacia Regional de Pinheiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário