Policiais Militares de Pernambuco com diárias atrasadas há dois meses

02 outubro Grupo Roma Conteúdos 0 Comentários


Polícia Militar de Pernambuco, pelo segundo mês consecutivo, atrasa pagamento de diárias de policiais do Estado. Policiais militares da Operação Polígono, GATI e BEPI (Ciosac) estão com as diárias dos meses de agosto e setembro atrasadas, sendo que esses policiais são submetidos a uma escala desgastante de 24h×24h, ou seja, têm um custo financeiro com alimentação, transporte e logística é extremamente maior, motivo pelo qual as referidas diárias são pagas ao policiamento que se desdobra numa escala de serviço exaustiva. "É desmotivante você vender sua folga para o Estado e não ser reconhecido, não saber quando irá receber o valor digno pelo serviço prestado, sequer alguém da PM ou da Secretaria de Administração se manifesta sobre o atraso nas diárias. É um descaso total, depois ainda querem cobrar resultados e estatísticas. Engraçado que para fazer campanha nunca falta dinheiro, não tem crise!". Desabafo de um policial militar que, por receio de retaliação, preferiu não se identificar.