Social Icons

segunda-feira, 17 de outubro de 2016

Morre em Belo Jardim a egipciense dona Maria José, uma das criadoras da festa das Marocas

É com enorme tristeza que noticiamos o falecimento de Dona Maria José Lima, ela, viúva do Mestre Ulisses Lima. A cidade de Belo Jardim está em luto, pois perde uma das pessoas mais importantes de sua história, dona Maria José Lima criadora da tradicional Festa das Marocas.

Dona Maria José era natural de São José do Egito e foi casada com Mestre Ulisses. A Festa das Marocas, foi criada, em 1970, por três mulheres , Maria José Lima, Zélia Franklin e Conceição Augusta que, inspiradas na novela Redenção da extinta Rede Tupi de Televisão, improvisaram um Forró na Rua João Pessoa, local semelhante ao cenário da novela. Exibida de maio de 1966 a maio de 1968, narrava a história de algumas fofoqueiras que, de suas janelas, falavam e julgavam a vida alheia. 

A Festa das Marocas, também conhecida como a Festa da Redenção, realizada anualmente no mês de julho, transforma a cidade em um centro de música e cultura popular, atraindo um grande número de pessoas e mobilizando praticamente toda a população local. 

Hoje, considerada como a principal atividade social e cultural da cidade, a Festa conta com o apoio da Prefeitura de Belo Jardim, promovendo inúmeras atrações que, além de fomentar o turismo, movimentam e aquecem a economia regional. Através da Lei nº 13.842, sancionada pelo governador de Pernambuco, em 14 de agosto de 2009, a Festa das Marocas tornou-se Patrimônio Imaterial de Pernambuco, após aprovação do Projeto de Lei nº 964/09, submetido à Assembleia Legislativa de Pernambuco. 

Segundo informações extraoficiais dona Maria José faleceu aos 100 anos no sábado no hospital Júlio Alves de Lyra seu corpo foi velado na Câmara de Vereadores foi sepultado no domingo em Belo Jardim.

(*) Fonte: Se Liga Belo Jardim

Nenhum comentário:

Postar um comentário