Social Icons

sábado, 29 de outubro de 2016

Bandeira amarela em novembro deixará a conta de luz mais cara

Os consumidores pagarão mais caro na conta de energia neste mês de novembro. A Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) anunciou nesta sexta-feira (28) que a cor da bandeira será amarela próximo mês, o que significa um custo de R$ 1,50 a cada 100 kWh (quilowatt-hora) consumidos. 

Há 7 meses que não ocorria aumento de energia. A bandeira estava verde desde abril, com condições favoráveis de energia, sem aumento de tarifa. Conforme relatório do Programa Mensal de Operação (PMO) do Operador Nacional do Sistema (ONS), “a condição hidrológica está menos favorável o que determinou o acionamento de térmica com Custo Variável Unitário (CVU) acima de R$ 211,28 e consequente impacto no custo marginal de operação (CMO) em todos os submercados”.

As bandeiras tarifárias foram criadas pela ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica) com o objetivo de sinalizar aos consumidores os custos reais da geração de energia elétrica.

Segundo a ANEEL, a “bandeira tarifária não é um custo extra na conta de luz: é uma forma diferente de apresentar um valor que já está na conta de energia, mas que geralmente passa despercebido. As bandeiras sinalizam, mês a mês, o custo de geração da energia elétrica que será cobrada dos consumidores”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário