Social Icons

sexta-feira, 30 de setembro de 2016

OAB pede a prisão de presidente de Sindicato dos Bancários de PE

A Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Pernambuco (OAB-PE) entrou, nesta quinta-feira (29), com uma ação judicial para solicitar a prisão da presidente do Sindicato dos Bancários de Pernambuco, Suzineide Rodrigues. A categoria está em greve há mais de três semanas e afirma ter fechado 90% das agências no estado.

A OAB-PE também pediu o aumento da multa já estabelecida por descumprimento de ordem judicial que determinou a abertura de 30% das unidades das instituições financeiras em Pernambuco. Com a solicitação, a punição chegaria a R$ 100 mil, por dia. A punição inicial foi fixada em R$ 10 mil diários.

Outro pedido é a abertura de um inquérito policial contra a representante do sindicato profissional. No início da paralisação, a entidade conseguiu na Justiça uma liminar que obrigou os bancários do estado a funcionar por, no mínimo duas horas, por dia.

Resposta da presidente: Em entrevista ao G1 pelo telefone, a presidente do Sindicato dos Bancários de Pernambuco, Suzineide Rodrigues, afirmou que a ação judicial da OAB-PE a surpreendeu e justificou que não é uma atribuição da entidade convocar os trabalhadores para voltar às agências.

"Tudo isso nos surpreendeu muito. Com essa solicitação, a OAB-PE está mostrando a falta de conhecimento sobre como funciona o movimento sindical. O sindicato não tem poder de interferência sobre nenhum banco e não pode convocar trabalhadores que estão em seu direito de greve a voltar ao trabalho. Não temos obrigação nem a autoridade para fazer isso. Esse papel cabe à gestão dos bancos. Não estou desobedecendo algo se não tenho poder para fazê-lo", argumentou a presidente.

Impasse: Nas últimas rodadas de negociação, realizadas esta semana, a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) ofereceu um reajuste salarial de 7%. Os bancários, no entanto, reivindicam um aumento de 14,78%.

De acordo com o sindicato em Pernambuco, das cerca de 625 agências existentes no estado, pelo menos 562, ou seja, 90% estão fechadas por causa da paralisação. No dia 16 de setembro, a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) em Pernambuco conseguiu na Justiça uma liminar determinando que 30% das agências voltem a funcionar, no mínimo, duas horas por dia. Em resposta, o sindicato informou que caberia aos bancos cumprir a liminar, mobilizando os funcionários que não aderiram à greve.

Movimento nacional: Bancários em quase todo o país entraram em greve no dia 6 de setembro por tempo indeterminado. A paralisação foi aprovada em assembleia no dia 1º deste mês, segundo a Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf). Ainda de acordo com o órgão, até dia 19 deste mês, mais de 13 mil agências no Brasil inteiro foram fechadas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário