Social Icons

domingo, 28 de agosto de 2016

Ex-participante de banda famosa é agredido pelo cunhado e quase morreu

O ex-baterista da banda Polegar, Ricardo Costa, foi agredido pelo próprio cunhado e quase morreu. Segundo ele, um “comentário besta” sobre o sobrinho teria motivado o crime.

Após sair do hospital, ele contou todos os detalhes para o Domingo Show. Na entrevista, que vai ao ar neste domingo (28), ele mostra como o seu rosto ficou totalmente marcado pela agressão.

O crime aconteceu em Taubaté (SP) no último dia 7 de agosto, dentro do Polegar Lanches, o food truck de Ricardo. O cunhado, Carlos Augusto Santos Magro, irmão de Sindy Magro — a namorada do ex-famoso — confessou a agressão à polícia.

Ricardo estava trabalhando e conta que, de repente, começou a ser agredido pelas costas.

— Pra mim foi uma surpresa muito grande ser alvejado pelas costas, atacado, sem saber quem era a pessoa!

Em entrevista exclusiva, ele quebra o silêncio e faz revelações sobre a agressão.

— Eu não esperava que ia acontecer isso de uma pessoa tão próxima.

Em entrevista ao Domingo Espetacular, Carlos se defendeu alegando que há 4 anos, desde o começo do namoro com sua irmã, Ricardo vem interferindo em assuntos familiares.

— É um estranho que quer botar ordem na casa dos outros!
Ele conta que resolveu dar um “corretivo” em Ricardo, logo após ouvi-lo criticar o corte de cabelo de Cristian, um de seus sobrinhos.
— Ele falou que o moleque era cabelo de maloqueiro, pobre, que ele era feio… O Cris ficou triste!
Ricardo se defende.
— Fiz um comentário besta, mas espontâneo, de falar que o cabelo dele estava parecendo casinha de ninho de pomba.

Carlos agrediu o ex-polegar com um pedaço de madeira. Em contrapartida, diz que levou facadas de amigos de Ricardo.

Por causa dos ferimentos, o ex-famoso foi internado e quase morreu. Agora, após sair do hospital, ele conta a sua versão no Domingo Show. (R7)

Nenhum comentário:

Postar um comentário