Social Icons

segunda-feira, 1 de agosto de 2016

Convenção do PT em São José do Egito é marcado por apoio até de secretário do PSB e adesões em massa

Fotos: Allison Nicacio/ Mais Pajeú

Uma semana após o governador Paulo Câmara ter ido a São José do Egito (Pajeú) participar da convenção do ex-prefeito Evandro Valadares (PSB) e do seu vice, Eclériston Pessoa Ramos (PSB), o prefeito e candidato à reeleição, Romério Guimarães (PT), realizou a dele com a presença do deputado federal Kaio Maniçoba (PMDB) e do ex-deputado e atual secretário estadual da Criança e Juventude, Isaltino Nascimento (PSB).

A convenção se realizou neste sábado (30), à noite, na AABB (mesmo local em que o PSB fez a sua) e teve ainda a presença do ex-deputado estadual José Marcos de Lima (PR) e do ex-vereador recifense Dilson Peixoto (PT), que foi o federal do prefeito nas últimas eleições. Ele representou o senador Humberto Costa (PT). O local ficou pequeno para tanta gente.

O prefeito tem o apoio de nove partidos, entre eles o PMDB que indicou para vice o ex-vereador e agrônomo Elias Borja, conhecido como “Nenê de Zé Dudu”. Ambos já pertenceram ao PSB e deixaram o partido em decorrência de questões locais. A coligação tem 26 candidatos a vereador (18 homens e 8 mulheres).

Uma das presenças mais aguardadas foi a do ex-deputado José Marcos (PR), que ensaiou candidatura própria (ele já foi prefeito do município) e depois voltou atrás. O apoio dele foi decisivo para a vitória do atual prefeito em 2012, porém nos últimos quatro anos a relação sofreu alguns abalos.

José Marcos foi intensamente aplaudido quando renovou o seu apoio ao prefeito petista, que é médico e faz uma gestão absolutamente inatacável do ponto de vista ético-moral.

A cor oficial da campanha é o branco (a mesma que Eduardo Campos utilizou em suas duas campanhas para o Governo Estadual), ao passo que a cor da campanha do PSB é o vermelho (a cor oficial do PT).

Evandro Valadares foi prefeito entre 2005 e 2012. Na sua sucessão apoiou o então vice, Eclériston Ramos, que acabou sendo derrotado devido a uma divisão interna no PSB.

O então prefeito se recusou a oferecer a vaga de vice para um dos “históricos” do PSB. O grupo rompeu com ele, se juntou a “Dr. Romério” e ganhou a eleição pela diferença de 900 votos. (Inaldo Sampaio)













Clique abaixo e confira nossa galeria de fotos:








































Nenhum comentário:

Postar um comentário