Social Icons

terça-feira, 12 de julho de 2016

Sebastião Oliveira e André de Paula se licenciam para votar na Câmara

Virou rotina. Depois de se licenciarem, em abril deste ano, para votar no caso do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT), os secretários de Transportes de Pernambuco, Sebastião Oliveira (PR), e de Cidades, André de Paula (PSD), decidiram se afastar mais uma vez do cargo no Governo do Estado. Agora, voltam à Câmara Federal para eleger quem vai substituir Eduardo Cunha (PMDB-RJ) na presidência da Casa.

No caso de Sebastião, o seu partido, o PR, tem um candidato ao pleito. O nome indicado pela legenda é Fernando Giacobo, do Paraná. Ele é segundo vice-presidente da Câmara e, nas últimas eleições, em 2014, teve 144 mil votos.

Já o candidato do partido de André de Paula, Rogério Rosso, é o favorito na disputa e candidato da preferência do ex-presidente da Casa Eduardo Cunha.

As exonerações dos dois secretários foram publicadas na edição desta terça-feira (12) e foram feitas a pedido dos próprios secretários:

Vale lembrar que, depois de muito mistério, Sebastião Oliveira surpreendeu na hora de votar. Na sexta-feira anterior à sessão, informou que definiria o seu voto em reunião com a Executiva Nacional na tarde do sábado. Na manhã do domingo, dia da votação, um blog de Serra Talhada divulgou uma nota em que o deputado licenciado informava que votaria contra o impeachment. Entretanto, quando chegou sua vez de votar, declarou: “Me abstenho de votar”.

A eleição para a presidência da Casa está agendada para esta quarta-feira (13), às 16h, e será realizada depois que o deputado federal Eduardo Cunha renunciou, na última quinta-feira (7), ao posto mais alto da Câmara. Até o início da noite desta segunda, dez deputados formalizaram as candidaturas para disputar o mandato tampão até fevereiro de 2017. Os parlamentares terão até as 12h do dia da eleição para registrar as candidaturas. (Folha de Pernambuco)

Nenhum comentário:

Postar um comentário