Social Icons

terça-feira, 26 de julho de 2016

Em nota, Dr. Nena (PTB) desiste de pré-candidatura a prefeitura de Serra Talhada

NOTA

Prezados amigos, amigas e conterrâneos.

Confesso que este é um dos piores momentos vividos por mim nos últimos dias, pois, trata-se de um momento em que, levado por forças que fogem a minha vontade, sou obrigado a abdicar de um sonho. Um sonho que acalento há muitos anos, um sonho que reparti com muitos e que acreditava pudesse se tornar realidade.

Infelizmente muitas coisas que desejamos colidem com interesses de outros, e não coincidindo com tais interesses, se tornam objeto de perseguições.

Acredito que um dia poderemos fazer valer tudo aquilo que colocamos no nosso discurso. Poderemos ver a política trabalhando em prol da comunidade, como de fato deva ser. Poderemos ver a vontade popular se sobrepor as vontades pessoais.

Sonho, continuarei sonhando com uma gestão em nossa terra que valorize as pessoas, que valorize o bem estar coletivo, que valorize o desenvolvimento de todos.

Quero, não tem como negar, uma Serra Talhada cada vez mais pujante, uma Serra Talhada da qual possamos nos orgulhar mais e mais. Tenho certeza que este não é apenas um desejo e um sonho meu, e sim de milhares, que aqui vivem e que aqui criam suas famílias.

Me dói ter que comunicar que me retiro do processo eleitoral, mas me retiro de pé.

Não me curvei, pelo contrário, mantive e mantenho minha palavra, Não recuo do meu discurso. Apenas lamento que me tenham tirado do jogo com movimentos duvidosos…com cooptações.

Usei das minhas armas, é verdade, mas minhas armas foram as palavras, as propostas para uma administração franca, aberta, transparente, onde todos seríamos iguais.

Infelizmente fui vencido pelas regras de uma política desigual, onde predomina o poder, os coronéis. São regras com as quais não concordamos, mas que temos que reconhecer predominam. Temos que jogar o mesmo jogo… usar das mesmas armas, e eu me recuso. Prefiro me retirar. Prefiro ser vencido, mas com altivez, com a consciência tranquila de que não enganei, de que não usei o voto de pessoas sinceras, que acreditaram em mim, apenas para chegar no poder.

Não é e nunca foi este o meu desejo. O que sempre quis foi chegar à prefeitura da minha terra para poder fazer algo em favor da minha gente, dos meus conterrâneos, que aprendi desde muito cedo vê-los como irmãos.

É lamentável não poder continuar o sonho. É uma luta desigual… bíblica. Um David enfrentando não um, mas vários Golias.

Retroceder, quando necessário, não é desonra, pelo contrário, é sinal de grandeza. Pois estou tendo esta grandeza, afinal não me faz bem iludir, não me faz bem leva-los comigo numa batalha que infelizmente não me permitirão vencer.

Estamos saindo desta pré-campanha com números extraordinários nas pesquisas, no entanto, no tabuleiro do xadrez, ou como se diz no popular, no ‘tapetão’ estão nos deixando sem condições de concorrer. Tomam partidos, fazem negociatas e assim sendo me retiro, e o faço pedindo desculpas a todos que acreditavam em nosso projeto e dando-lhes a certeza de que tudo isso me machuca muito.

Agradeço aos que estiveram comigo lado a lado. O PTB, o PDT e o PSDB, foram fiéis a mim e eu a eles.

Há algo que deve ser dito e enaltecido: descobri que tenho muitos amigos. Serei eternamente grato pelo voto de confiança. Não vou esquecer nunca o apoio que recebi de todos, e com certeza vou me orgulhar muito de chama-los de amigos.

Resta-nos agora torcer para que seja eleito um bom governante para nossa terra.

Muito obrigado.
Dr. Nena Magalhães

Nenhum comentário:

Postar um comentário