Social Icons

quarta-feira, 20 de julho de 2016

Agricultores tem armas e munições apreendidas em Tuparetama

A equipe Malhas da Lei em conjunto com a GT ordinária foram averiguar uma denúncia de que no Sítio Santa Rita de Cima estaria ocorrendo a prática de caça. O policiamento fez deslocamento até o endereço do imputado e ao ser indagado sobre as acusações o mesmo afirmou que possuía uma arma de fogo, apresentando espontaneamente 01 (uma) espingarda cal. 28, nº de série 376673, 11 cartuchos cal. 28 (sendo 03 recarregados, 02 carregados e 06 vazios), a qual não possuía registro. Diante do exposto, o imputado juntamente com o material apreendido foi apresentado na delegacia para a confecção do flagrante delito.

Em ato contínuo a equipe Malhas da Lei em conjunto com a GT ordinária foi averiguar uma denúncia de que no citado local estaria ocorrendo a prática de caça. O policiamento fez deslocamento até o endereço do imputado e ao ser indagado sobre as acusações de caça, negou, porém informou possuir uma arma de fogo, apresentando 01 (uma) espingarda cal. 36, marca Boito, nº de série 578263 e 03 cartuchos cal. 36 vazios. O registro da referida arma estava vencido desde a data de 23/03/2010. Diante do exposto, o imputado juntamente com o material apreendido foi apresentado na delegacia da cidade para as providências cabíveis.

Já no sítio Sabino, o policiamento da 3ª CPM foi informado através de denúncia anônima que no endereço descrito estaria havendo a prática de caça. Chegando na residência do imputado, o mesmo informou que não caçava, mas possuía uma 01 espingarda cal. 32, Rossi, nº de série 5831991 e 11 cartuchos cal. 32 carregados e 01 deflagrado. O acusado também apresentou o registro da referida arma, no entanto, estava vencido desde 21/03/2010. O imputado juntamente com o material apreendido foi apresentado na delegacia de Tuparetama para adoção das medidas cabíveis.

Nenhum comentário:

Postar um comentário