Social Icons

sábado, 25 de junho de 2016

Pernambuco: Polícia abre investigação sobre denúncia de máfia de shows

Um inquérito será aberto nesta segunda-feira (27) para apuração do conteúdo das gravações supostamente feitas pelos cantores André Rio e Cezzinha, em que os artistas denunciam pagamento de propina em shows realizados no Estado. O pedido foi feito junto à Polícia Civil pela Secretaria de Turismo, Esportes e Lazer de Pernambuco, através do secretário Felipe Carreras, nessa sexta-feira (24).

No documento encaminhado ao chefe da Polícia Civil de Pernambuco, Antônio Barros, o secretário afirma que as gravações vazadas pelo aplicativo Whatsapp “possuem vigor suficiente para instruir a abertura do procedimento investigatório, no sentido de elucidar a verdade dos fatos e estabelecer responsabilidades”.

No áudio, Andre Rio supostamente conversa com um amigo chamado Claudinho e afirma que recebeu, no última dia 22, convite da Empetur para realizar quatro shows no período junino, sendo dois pela Fundarpe. “Eu teria que deixar metade do meu cachê de comissão. Tá vendo como são as coisas aqui neste Estado?”, denunciou.

Logo depois, outro áudio, dessa vez atribuído ao cantor Cezzinha, foi divulgado através do mesmo aplicativo. Na gravação, Cezzinha concorda com o posicionamento de André Rio e cobra que a classe artística faça a diferença “se unindo e agindo com atitude”.

O governo do Estado divulgou nota afirmando que “as Secretarias de Turismo e Cultura do Governo do Estado de Pernambuco, a Fundarpe e a Empetur trabalham segundo as recomendações definidas pelo Tribunal de Contas do Estado e do Ministério Público, seguindo todos os critérios e normas legais nas contratações. O texto afirma ainda que deve processar o cantor.(JC Online)

Nenhum comentário:

Postar um comentário