Morte de Schumacher “é uma questão de horas”, diz médico

10 maio Grupo Roma Conteúdos 2 Comentários


Michael Schumacher está muito próximo da morte. Pelo menos é o que diz um dos neurocirurgiões que operou o piloto alemão, que sofreu um gravíssimo acidente quando esquiava nos alpes franceses, em 29 de dezembro de 2013.

"Ele não pesa mais do que 45 quilos e apenas um milagre pode mantê-lo vivo. Resta esperar. É uma questão de horas", afirmou o médico, em entrevista ao site News Every Day.

Por ter batido a cabeça, o ex-campeão da Fórmula 1 entrou em coma e passou por diversas cirurgias. Schumi ficou seis meses em coma e despertou em junho de 2014. Depois disso, o alemão foi levado para casa, pela família, em setembro do mesmo ano. Desde então, o heptacampeão da F1 vem recebendo acompanhamento 24 horas por dia. (MSN)