Social Icons

quinta-feira, 19 de maio de 2016

Em Afogados, universitários participam de palestra contra abuso sexual de crianças e adolescentes

A Secretaria de Assistência Social de Afogados da Ingazeira promoveu nesta quarta (18) uma palestra sobre o dia 18 de maio, Dia Nacional de luta contra o Abuso e Exploração de Crianças e Adolescentes. Participaram alunos dos cursos de Serviço Social e Pedagogia das Faculdades UNIP e IERG.

“Na última segunda fizemos esse mesmo trabalho junto aos alunos da FAFOPAI. O objetivo é qualificar esses futuros profissionais na temática de combate ao abuso de crianças e adolescentes. Como trabalhar com esse público vítima de violência e identificar crianças que sofreram ou que sofrem violência sexual”, declarou Arlindo Junior, Assistente Social do CREAS municipal.

Os alunos que irão se formar ainda este ano puderam ter uma orientação objetivo de como atuar em casos delicados, tanto em Afogados da Ingazeira como em cidades vizinhas e na zona rural. Além das palestras com as faculdades, a Assistência Social também está levando o assunto para a zona rural, mais especificamente nas comunidades de Carapuça, São João e Pintada.

A Secretaria de Saúde também entrou na luta e está orientando as famílias que são usuários dos serviços de saúde a identificar casos de abusos. A Secretaria de Educação, por sua vez, lançou nas escolas do município um concurso de redação com o tema “abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes”. As três melhores redações serão conhecidas no dia 14 de Junho no 2° Fórum da UNICEF.

A Secretária de Assistência Social, Joana Darc, informou que esta é uma luta constante, desenvolvida diariamente pelos programas sociais de Afogados da Ingazeira, “Juntamente com o CRAS, o CREAS, Serviço de Convivência, e os outros programas Sociais, todos da Assistência Social, estamos nessa luta há bastante tempo para combater esse grande mau, com o qual ainda nos deparamos, infelizmente, no meio de algumas famílias. Esse é um dia importante, de conscientização, mas essa luta é permanente”, declarou Joana Darc.

Nenhum comentário:

Postar um comentário