Social Icons

quarta-feira, 30 de março de 2016

Serra Talhada: Auditoria constata que mais de 30% dos agentes de endemias são negligentes no combate ao Aedes. Será que será feita auditória na prefeitura e estado ou a corda vai só arrebentar do lado mais fraco?

Os agentes de endemias de Serra Talhada estão sendo relapsos e negligentes no combate ao mosquito Aedes Aegypiti, o que pode ter contribuído para o surgimento de uma epidemia de Dengue, Zika e Chykungunya na Capital do Xaxado. Esta é a conclusão de um relatório preliminar realizado pela Controladoria Geral do Município (CGM) que durante quatro dias, através de uma equipe de fiscalização da Secretaria de Saúde, monitorou o trabalhos de 11 agentes de endemias em três bairros de Serra Talhada.

De acordo com o relatório que foi enviado a Câmara de Vereadores, 32,35% de um total de 34 agentes, não observam as normas de vigilância, forjam relatórios, mapeiam residências sem realizar visitas e em alguns casos, ultrapassam o período recomendado da visita domiciliar. Um outro grave diagnóstico constatado pelo Controle Interno é que os agentes não estão orientando os moradores quanto a prevenção de criadouros em residências. O relatório termina informando que os agentes fiscalizados cometeram falhas graves no desempenho da função e cobra punição para os envolvidos, inclusive, com a abertura de inquérito administrativo. Há cerca de 15 dias os agentes de endemias denunciaram ao Ministério Público de Pernambuco (MPPE) que estavam sendo vitimas de perseguição. Entretanto, o MPPE não se pronunciou sobre o assunto. (Por Anchieta Santos)

Perguntar não ofende! E as condições de trabalho destes agentes? O produto usado é eficaz? Recebe em dia? A corda sempre arrebenta do lado mais fraco?

Nenhum comentário:

Postar um comentário