Social Icons

terça-feira, 29 de março de 2016

Policial: Casa arrombada e escola furtada em Carnaíba, prisão em Tabira e violência em Iguaracy

Casa é arrombada em Carnaíba: A GT foi informada por testemunha, que no bairro Carnaíba Velha, R.S., 24 anos, havia arrombado a residência da vítima, e revirado todos os objetos, e pichando as paredes da referida casa. A testemunha ao entra na sua residência, avistou o R. S., que ao perceber sua presença, o mesmo pulou o muro e evadiu-se do local. A GT de imediato fez rondas na cidade e localizou o acusado, que de imediato foi conduzido a delegacia de polícia local de Afogados da Ingazeira - PE, para a adoção das medidas legais cabíveis.

Prisão por mandado em Tabira: A GT local deu cumprimento ao mandado de prisão expedido pelo Juiz de Direito da Comarca de Tabira, em desfavor de J.D.A.C., 50 anos. Após ser detido e conduzido a delegacia de polícia, o homem foi recolhido a cadeia pública local.

Violência e ameaça em Iguaracy: A GT ao realizar rondas próximo a praça Antônio Rabelo, a vítima acionou o policiamento, afirmando que seu ex-companheiro (I.S.P., 37 anos) havia desferido-lhe um tapa em seu rosto, como também a ameaçando. Segundo a solicitante, a discussão começou porque o suspeito acompanhou a vítima para comprar um sapato para a filha dos envolvidos, e a mesma teria escolhido uma sandália que custava cerca de 100,00. Foi quando ele perguntou porque ela não tinha escolhido uma de menor valor, e a mesma respondeu-lhe que ele tinha dinheiro para beber cachaça, foi quando o acusado deu-lhe um tapa no rosto e a ameaçou dizendo que não achasse ruim se não lhe daria umas facadas. Diante dos fatos as partes foram conduzidas a delegacia para serem tomadas as medidas legais cabíveis.

Escola é furtada em Carnaíba: A GT foi informada pelo vigilante escola do EREM, de um furto na referida instituição de ensino, não sabendo de fato quando ocorrera. A grade do local havia sido arrombada e subtraída a quantidade de 03 (três) botijões de gás, sendo 02 (dois) vazios e 01 (um) cheio. O efetivo de imediato fez incursões porém sem êxito, em seguida conduziu o solicitante a delegacia de polícia local para serem adotadas as medidas legais cabíveis.

Nenhum comentário:

Postar um comentário