Social Icons

domingo, 13 de março de 2016

Jornal chama promotores do caso Lula de patetas

Em editorial, o jornal Folha de S.Paulo criticou duramente o pedido de prisão preventiva do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva feito pelos membros do Ministério Público de São Paulo Cássio Conserino, Fernando Henrique Araújo e José Carlos Blat.

De acordo com o jornal, é abusivo pedir a detenção do petista por críticas feitas às investigações. Além disso, a reforma do triplex de Guarujá (SP) pela OAS deve ser vista dentro do quadro da “lava jato”, sendo, portanto, competência do Ministério Público Federal, apontou a publicação. A Folha ainda atacou o uso indevido de ideias de filósofos na peça e a busca pela fama dos promotores:

“Às voltas com um conhecimento gramatical que nem mesmo o investigado invejaria, os promotores tropeçaram em citações risíveis do filósofo Nietzsche — cujo nome grafaram incorretamente e cujo pensamento sem dúvida ignoram — e caíram na já notória esparrela de confundir Hegel com Engels. Seria apenas uma patetice, se não fosse um perigo. Com promotores assim, nenhum cidadão está livre de ter sérios problemas na Justiça. Quando a sede de celebridade se junta à ignorância, e esta a uma feroz paixão persecutória, um trio de horrores ganha forma”. (Blog do Magno)

Nenhum comentário:

Postar um comentário